Ácido Retinóico para tratar Melasma

Ácido Retinóico para tratar Melasma.  O Melasma é uma condição que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais frequentes na face, mas também pode ocorrer nos braços e colo.

Afeta mais frequentemente as mulheres, podendo ser vista também nos homens. Não há uma causa definida, mas muitas vezes esta condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, à gravidez e principalmente à exposição solar.

O fator desencadeante é a exposição  à luz Ultravioleta  e mesmo à luz visível. Além dos fatores hormonais e da exposição aos raios solares, a predisposição genética e  histórico familiar também influencia no surgimento desta condição.

O peeling químico trata Melasma, seca as acnes ativas, clareia as manchas de acne e sol. Esse tratamento estético corrige marcas, manchas e preveni o envelhecimento, melhorando a aparência da pele.

O peeling faz com que a camada superficial, média ou profunda da pele descame, através da aplicação de produtos na pele, ocorrendo a eliminação das células mortas e surgindo uma nova pele mais saudável, novinha, livre de manchas e de rugas.

Ácido Retinóico para tratar Melasma: Saiba Mais sobre o Peeling

Nosso PEELING:  O ácido retinoico, também chamado de tretinoina, é uma substância feita a partir da vitamina A que é muito utilizada em tratamentos de pele. Ajuda a reduzir manchas de MELASMA, rugas e acnes, a diminuir a oleosidade, aumentar a firmeza da pele, melhorar o processo de cicatrização.

Também é uma das melhores alternativas para agir contra o envelhecimento natural, provocado pela ação do tempo, e também contra o envelhecimento associado à exposição ao sol e a maus hábitos do dia a dia, como fumar, comer alimentos muito gordurosos e o estresse excessivo.

Os benefícios do ácido retinoico- Ácido Retinóico para tratar Melasma

Todas essas utilidades da substância derivada da vitamina A vêm sendo testadas por cientistas ao longos dos anos. Um estudo do Hospital das Clínicas que selecionou mulheres com melasma profundo (um tipo de doença de pele) mostrou que o ácido retinoico provocou melhoras significativas em 60% das pacientes.

Já outra pesquisa, desta vez da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, conseguiu comprovar que o ácido estimula a produção de colágeno e aumenta a espessura da derme (a camada intermediária da pele).

Mas o tratamento serve principalmente para acelerar a renovação celular e dar aspecto mais jovem à pele.

Para tratar os danos à pele provocados pelo tempo ou por agentes externos, o ácido retinoico ajuda a diminuir a adesão entre as células e a produção de sebo. Por isso, a oleosidade da pele também diminui, bem como a formação de comedões (cravos) e as acnes ativas SECAM.  Isso acontece porque os poros entopem pelo excesso de queratina nas suas paredes internas e o ácido retinoico ajuda a regular a produção dessa substância.

Quem pode usar o ácido retinoico?

O ácido retinoico pode ser usado já a partir dos 12 anos de idade, tanto por homens quanto por mulheres. Entretanto, ele não deve ser aplicado quando a pele estiver com alguma ferida, com infecções ativas como herpes, inflamada, eczematosa (caso da dermatite atópica) ou com queimaduras de sol.

Também não é indicada para quem se expõe muito ao sol, para pessoas que praticam esportes durante o dia com muita frequência ou que trabalham sempre ao ar livre.

Grávidas podem usar?

O uso da substância não é indicado para gestantes, apesar de estudos científicos ainda não terem confirmado que ocorre a chamada absorção sistêmica pelo corpo (quando ocorre a absorção do produto diretamente na circulação sanguínea).

Indicações para o Peeling Químico

O peeling químico é indicado para homens e mulheres que desejam um rejuvenescimento facial, pois trata rugas e aumenta a elasticidade da pele. Além disso, também é indicado para o tratamento da acne e manchas faciais.

Indicações do ácido retinoico

O ácido retinoico é indicado, principalmente, no tratamento dos sinais do fotoenvelhecimento, que incluem: rugas finas, hiperpigmentação, manchas, sardas, aspereza, e irregularidades na textura da pele.

A radiação ultravioleta do sol estimula a produção de substâncias que danificam o colágeno da pele, causando o aparecimento de todos esses sinais, e o ácido retinoico ajuda a repará-lo, além de estimular a produção de colágeno novo.

O ácido retinoico é muito usado no tratamento da acne, complementando os demais tratamentos. Apesar de não curar completamente o excesso de oleosidade da pele, ameniza o problema e costuma ter uma ação bastante duradoura, após o tratamento.

Nas pessoas com acne, os poros da pele entopem com maior facilidade o que leva à formação dos cravos (comedões) e espinhas. Isso por que ocorre queratinização anormal dos poros, ou seja, um excesso de queratina em suas paredes internas, fechando-os.

O ácido retinóico normaliza a queratinização dentro dos poros e impede esse entupimento, evitando o aparecimento de novas lesões de acne. Melhora a textura da pele, o que ajuda também no tratamento das cicatrizes de acne.

O peeling químico com ácido retinóico também é indicado para tratamento de manchas, como o melasma. Em geral, é feita uma aplicação a cada 15 dias, com aumento progressivo da concentração. Ele é usado no controle da acne, oleosidade, melhora de rugas finas, melasma e outras manchas escuras da pele.

O peeling é uma espécie de base contendo o ácido retinóico que deve ficar na pele por aproximadamente oito horas e depois retirada com água e sabonete . Após alguns dois ou três dias se inicia uma descamação clara e suave na pele, que dura aproximadamente três dias.

Agende sua sessão e inicie seu tratamento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em que posso ajudar?
Fit Body Estética agradece seu contato. Em que posso te ajudar? Qual seu nome e sobrenome para adicionar e te passar as informações?